Post fixo

O Diário de um Mercador Viajante

Juliana Eliezer         Em sua extensa e famosa obra sobre o antissemitismo, o historiador Leon Poliakov esclareceu que foi necessária a passagem de séculos para que compreendêssemos a dimensão da herança cultural que foi deixada por Al-Andalus – a Península Ibérica sob o domínio dos Califados – aos cristãos ocidentais. Fato é que, muito antes da Renascença, período conhecido pelo florescimento das artes, das ciências, … Continuar lendo O Diário de um Mercador Viajante

Post fixo

As Perfeições de Robert Musil

Rafael Rocca “Musil foi um dos mais espirituosos estilistas em língua alemã, aforista de primeira ordem, e em outros trechos, de evocativa força poética”. Com essas palavras, Otto Maria Carpeaux, o grande crítico literário que se fixou em terras brasileiras, define o estilo de Robert Musil no conjunto de sua obra. Artista da palavra, mestre da intrincada psicologia das relações humanas, Robert Musil está renascendo … Continuar lendo As Perfeições de Robert Musil

Limpeza da Primavera

“A ‘limpeza da primavera’ é um hábito francês. Como todos passam o inverno calafetados, sem abrir janelas, desempoeirar livros, usar batedor de tapete, sacudir a colcha, afofar almofadas, arejar o colchão, arrumar armários ou ventilar os cômodos, a estação das flores serve para lembrar que a vida pode voltar a respirar, fresca, colorida e revigorada, apenas… limpando-se a casa! O único problema com esse tipo … Continuar lendo Limpeza da Primavera

Roteiro de Viagem pelo Séc. XII

Os diários de viagem de Benjamin de Tudela são das primeiras obras culturais da Idade Média e compõem, por fim, um panorama geográfico e histórico sobre como viviam os povos asiáticos, africanos e europeus no século XII. A empreitada de rabi Benjamin,  viajante e escritor judeu nascido no Reino de Navarra, antecede a de Marco Polo por cem anos e pretende, não só um diário … Continuar lendo Roteiro de Viagem pelo Séc. XII

Um Presente Contra o Esquecimento

Julia  Izumino [Um estrondo] Um estrondo: a própria verdade surgiu entre os homens em pleno turbilhão de metáforas. Paul Celan (1967)[1]   Na Hora Zero, a Alemanha, já quase em colapso, foi forçada a render todas as suas forças bélicas e a declarar sua derrota na Segunda Guerra Mundial. Quando o relógio bateu meia-noite no dia 9 de maio de 1945, pessoas foram às ruas … Continuar lendo Um Presente Contra o Esquecimento

As Respostas Estão no Subsolo

Novo romance de Paulo Rosenbaum promete entregar respostas e mistérios da origem comum aos seres humanos. Elas não estão no céu que nos protege, mas sim no subterrâneo que nos sustenta.   Em Céu Subterrâneo, novo romance de Paulo Rosenbaum, a sensação labiríntica de risco e desconcerto infiltram-se pelas páginas e dominam a saga de Adam Mondale, colecionador de câmeras antigas, possuidor de uma córnea … Continuar lendo As Respostas Estão no Subsolo

Com a Tinta Vermelha de Dor

No imaginário fragmentado de uma personagem narradora, os estilhaços se alinham para restituir, pouco a pouco, algo que lhe foi furtado pelo regime nazista.   Romance-documentário de Mireille Abramovici retoma um tema explorado pela literatura contemporânea: o holocausto. Alguns leitores podem achar que esta é uma pauta em vias do esgotamento, mas Abramovici, em Com Tinta Vermelha, prova que questões como esta dificilmente perdem interesse. Neste relato investigativo, as memórias … Continuar lendo Com a Tinta Vermelha de Dor