Post fixo

Ele, Maiakóvski

Julia Izumino Em meio à concorrência de programas, projetos e vanguardas artísticas que se desenvolviam no começo do século XX na Rússia, desde as formas messiânicas da poesia pura do Simbolismo até a força de libertação dos limites da arte burguesa que impulsionava os Cubo-futuristas, foi o Construtivismo que conseguiu, pela primeira vez, estabelecer no cânone e na crítica uma arte que operasse uma revolução … Continuar lendo Ele, Maiakóvski

Revoluções Estéticas: Maiakóvski e Khlebnikóv 100 Anos Depois

Lucas Bento Pugliesi Cem anos depois não convulsionamos ao redor da ideia de uma revolução. O próprio conceito de revolução tornou-se ambíguo, mesmo entre aqueles que antes o reclamavam. “Uni-vos”, mas há “proletários” e “proletários”. 1917 abalou o mundo como uma promessa efetivada, mas essa não foi a única radical transformação na ordem do sensível que a Rússia trouxe ao ocidente naquele momento. Os jovens … Continuar lendo Revoluções Estéticas: Maiakóvski e Khlebnikóv 100 Anos Depois

Semana da Poesia: Maiakóvski

1.Maiakóvski “Já se afirmou muitas vezes ser Maiakóvski intraduzível, pois o emprego que ele faz do coloquial é tão específico, tão característico de um momento e de uma situação, que seria vão qualquer esforço de reproduzir sua obra integralmente em outra língua. O próprio poeta frisou, no prefácio a uma coletânea de seus versos em polonês, as dificuldades de uma tradução desse tipo. No entanto, … Continuar lendo Semana da Poesia: Maiakóvski

Boris Schnaiderman – In Memoriam

Os tons verbais carregados de subjetivação de Górki, a intensidade dramática e ficcional das ideias de Dostoiévski, a simplicidade impressionista de Tchékhov, os contos de Bábel, o pensamento de Iúri Lotman, entre outros (Tolstói, Guenádi Aigui, Maiakóvski…), passaram a ter uma alma mais vernacular mercê do talento e do esforço de Boris Schnaiderman, falecido nesta quarta-feira (18/05), em São Paulo, um dia após completar 99 … Continuar lendo Boris Schnaiderman – In Memoriam