Limpeza da Primavera

“A ‘limpeza da primavera’ é um hábito francês. Como todos passam o inverno calafetados, sem abrir janelas, desempoeirar livros, usar batedor de tapete, sacudir a colcha, afofar almofadas, arejar o colchão, arrumar armários ou ventilar os cômodos, a estação das flores serve para lembrar que a vida pode voltar a respirar, fresca, colorida e revigorada, apenas… limpando-se a casa! O único problema com esse tipo … Continuar lendo Limpeza da Primavera

Post fixo

Lessing e a Invenção da Arte

Lucas Bento Pugliesi Sob o risco do  leitor morrer de tédio, desculpo-me por antecedência por iniciar o percurso da discussão sobre a edição das obras de Lessing, a partir do ressuscitar de velharias; contudo, sem elas, me parece, o pensamento  do autor perde em termos de contextualização. Principiamos por Alberti, figura central do Renascimento, que operou no século XV uma inédita organização da tendência em … Continuar lendo Lessing e a Invenção da Arte

Revoluções Estéticas: Maiakóvski e Khlebnikóv 100 Anos Depois

Lucas Bento Pugliesi Cem anos depois não convulsionamos ao redor da ideia de uma revolução. O próprio conceito de revolução tornou-se ambíguo, mesmo entre aqueles que antes o reclamavam. “Uni-vos”, mas há “proletários” e “proletários”. 1917 abalou o mundo como uma promessa efetivada, mas essa não foi a única radical transformação na ordem do sensível que a Rússia trouxe ao ocidente naquele momento. Os jovens … Continuar lendo Revoluções Estéticas: Maiakóvski e Khlebnikóv 100 Anos Depois

Semana da Poesia: Lírica Grega

“Meu interesse por literatura grega começou a partir do contato com a poesia de Safo. Foi despertado há quarenta anos, quando eu contava dezessete, numa aula memorável de Francisco Achcar. Lembro-me perfeitamente de sua oralização de dois fragmentos da poeta  de Lesbos, traduzidos por Haroldo de Campos e incluídos no apêndice do Abc da Literatura de Ezra Pound. Ainda hoje, ao relê-los, considero-os primorosos por … Continuar lendo Semana da Poesia: Lírica Grega

Semana da Poesia: Heine

5. Heinrich Heine Heine – poeta, escritor, jornalista e pensador (nascido Harry, em 1797; batizado Heinrich, em 1825; falecido Henri, em 1856) – foi uma das personalidades mais fascinantes e contraditórias do século XIX. Aluno do crítico, tradutor e teórico da literatura August von Schlegel, do linguista e sanscritólogo Franz Bopp e do filósofo Georg Hegel, ascendeu dos salões literários de Berlim à efervescente metrópole … Continuar lendo Semana da Poesia: Heine

Semana da Poesia: José Lino Grünewald

4.José Lino Grünewald “Nascido no Rio de Janeiro, José Lino Grünewald (1931-2000) foi um dos mais talentosos poetas brasileiros contemporâneos, que, com pouca ou nenhuma justiça, deixou de figurar na totalidade de antologias dos “melhores do século”, tão abundantes no recente fin de siècle. Ele faz parte de uma constelação de grandes visionários da palavra que deram à nossa lírica alguns exemplos excepcionais e também, … Continuar lendo Semana da Poesia: José Lino Grünewald

Semana da Poesia: Horácio Costa

3. Horácio Costa   A Poesia Alegórica de Horácio Costa O que se espera de um poeta no trato com a língua tem por base uma ação imprescindível: tornar exuberante o uso adulterado das palavras, senão modificá-lo, renová-lo permanentemente para que a linguagem nos atinja única e certeira em sua singularidade. A poesia de Horácio Costa, há muito atenta a isso, faz do artifício a … Continuar lendo Semana da Poesia: Horácio Costa

Semana da Poesia: Mallarmé

2. Mallarmé O Mallarmé de olhos para o futuro, o que estabelece os degraus construtivos para que se constituam as novas estruturas arquitetônicas da poesia em nosso século, é, sem dúvida, o de “Um Lance de Dados” e o do apenas delineado “Livro”. Isso não quer dizer, no entanto, que o restante de sua poesia não seja relevante ou não mereça ser estudado e apreciado. Sob … Continuar lendo Semana da Poesia: Mallarmé

Semana da Poesia: Maiakóvski

1.Maiakóvski “Já se afirmou muitas vezes ser Maiakóvski intraduzível, pois o emprego que ele faz do coloquial é tão específico, tão característico de um momento e de uma situação, que seria vão qualquer esforço de reproduzir sua obra integralmente em outra língua. O próprio poeta frisou, no prefácio a uma coletânea de seus versos em polonês, as dificuldades de uma tradução desse tipo. No entanto, … Continuar lendo Semana da Poesia: Maiakóvski