Ao Mestre Com Algum Niilismo: O Diálogo Entre José Sérgio de Carvalho e Hannah Arendt

Lucas Bento Pugliesi Em sala de aula, discutia com os alunos algumas reflexões de Jacques Derrida sobre o conceito fugidio da “amizade”. Dizia que, de alguma forma, quando eu começava a falar e eles, ali presentes, começavam a ouvir, instaurava-se já sorte de assimetria que passava a guiar a partir dali o rumo da discussão. Então eles seriam obrigados a responder (ainda que só ouvindo) … Continuar lendo Ao Mestre Com Algum Niilismo: O Diálogo Entre José Sérgio de Carvalho e Hannah Arendt

Sobre a Cosmopolítica da Nostalgia

Lucas Bento Pugliesi Quando os gregos partiram em direção à Troia em busca de Helena, o homem ocidental tornou-se como que obcecado pelo espaço, pelo transpor e, eventualmente, pelo conquistar. Se para a Ilíada o homem valoroso é aquele que perece em campo de batalha, na Odisseia será justamente o outro, que retorna são. A glória pelo “nostos”, o retorno, o caminho do nômade que … Continuar lendo Sobre a Cosmopolítica da Nostalgia

Revoluções Estéticas: Maiakóvski e Khlebnikóv 100 Anos Depois

Lucas Bento Pugliesi Cem anos depois não convulsionamos ao redor da ideia de uma revolução. O próprio conceito de revolução tornou-se ambíguo, mesmo entre aqueles que antes o reclamavam. “Uni-vos”, mas há “proletários” e “proletários”. 1917 abalou o mundo como uma promessa efetivada, mas essa não foi a única radical transformação na ordem do sensível que a Rússia trouxe ao ocidente naquele momento. Os jovens … Continuar lendo Revoluções Estéticas: Maiakóvski e Khlebnikóv 100 Anos Depois