Post fixo

Huxley Crítico Musical

por João Marcos Coelho * O mundo conhece o escritor britânico Aldous Huxley (1894-1963) como o autor da maior distopia do século xx, Admirável Mundo Novo (1932), e ao mesmo tempo ícone da geração beatnik com seus livros As Portas da Percepção (1954) e Céu e Inferno (1956) sobre os efeitos da mescalina. Fala-se muito de sua amizade com o compositor Igor Stravínski e também … Continuar lendo Huxley Crítico Musical

Post fixo

Graal: Drama do Escritor Vanguardista

Pacelli Dias Alves de Sousa Se mencionar o encontro de um datiloscrito pouco comentado de um escritor reconhecido, por si, já evoca todo um universo borgeano de construção narrativa: a figura nebulosa do escritor perdido em meio a uma pilha de livros, textos que parecem surgir entre conexões e choques com outros textos, tradições entre infindáveis e inventadas; que se trate de uma peça de … Continuar lendo Graal: Drama do Escritor Vanguardista

Post fixo

Qual é a Importância de Falarmos de Teatro Hoje?

Por Chayenne Orru Mubarack “O teatro é uma perversidade milenar pela qual a humanidade é doida e é profundamente doida por ela porque é profundamente doida pela sua mentira e em nenhuma parte desta humanidade a mentira é maior e mais fascinante que no teatro” “Se formos honestos o teatro é em si um absurdo mas se formos honestos não podemos fazer teatro nem podemos se … Continuar lendo Qual é a Importância de Falarmos de Teatro Hoje?

19ª Festa do Livro USP – Editora Perspectiva

A Festa do Livro da Universidade de São Paulo é um dos eventos mais esperados do ano. Na 19ª edição, a feira será realizada nos dias 28, 29, 30 de novembro e 1º de dezembro, das 9 às 21 horas, na Avenida Prof. Mello Moraes, travessa C, na Cidade Universitária. Conheça aqui os livros disponibilizados pela Editora Perspectiva! Entre os títulos disponíveis estão nossos lançamentos mais recentes, como … Continuar lendo 19ª Festa do Livro USP – Editora Perspectiva

Post fixo

Wole Soyinka: Compromisso e Compaixão

Elisa Larkin Nascimento* Para chegar de Lagos, Nigéria, até a cidade sagrada de Ilé Ifé, onde tive o privilégio de morar durante um ano, passa-se pela capital do Estado de Ogun. Cidade de uma beleza única abrigada entre colinas, Abeokuta nos contempla do alto de suas rochas enormes. Dali emana uma força telúrica que nos exige atenção especial. É o axé de Ogum, que chega … Continuar lendo Wole Soyinka: Compromisso e Compaixão

Post fixo

Lessing e a Invenção da Arte

Lucas Bento Pugliesi Sob o risco do  leitor morrer de tédio, desculpo-me por antecedência por iniciar o percurso da discussão sobre a edição das obras de Lessing, a partir do ressuscitar de velharias; contudo, sem elas, me parece, o pensamento  do autor perde em termos de contextualização. Principiamos por Alberti, figura central do Renascimento, que operou no século XV uma inédita organização da tendência em … Continuar lendo Lessing e a Invenção da Arte

Post fixo

Spinoza e a Autoestima Intelectual

Lucas Bento Pugliesi Slavoj Zizek observou com algum mérito que uma das normas não-ditas da academia é nutrir um amor efusivo e acima de qualquer suspeita por Spinoza. No referido texto, o objetivo do pensador é mais uma vez polemizar, tendo em vista os circuitos nos quais o filósofo do século XVII tem feito sucesso: os discípulos anarquistas de Deleuze, do marxismo revisitado por Althusser, … Continuar lendo Spinoza e a Autoestima Intelectual

Post fixo

Direitos Humanos Para Todos (Teoricamente)

Pacelli Dias Alves de Sousa Possivelmente inspirada pela anterior declaração de Thomas Jefferson, a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão – discutida e aprovada pela Assembléia Nacional da França, em 1789, logo após a queda da Bastilha – culminou e estabeleceu um modelo de pensamento sobre o Homem e, especificamente, o Homem em sociedade, permanecendo como uma forte frente discursiva por séculos adiante, … Continuar lendo Direitos Humanos Para Todos (Teoricamente)

Sagrado, Profano, Mefistofáustico

Posia, drama e encenação se entrelaçam na fantástica fábrica de invenções haroldianas. Não é pouca coisa deparar-se com um texto inédito de Haroldo de Campos. A qualidade literária, as surpresas de linguagem, o domínio técnico por si só garantem o prazer da leitura. Mas surpreende, todavia, a atualidade crítica do texto, nos impelindo a uma compreensão trágica – bufotrágica, para usar a expressão do poeta … Continuar lendo Sagrado, Profano, Mefistofáustico

Post fixo

Ao Mestre Com Algum Niilismo: O Diálogo Entre José Sérgio de Carvalho e Hannah Arendt

Lucas Bento Pugliesi Em sala de aula, discutia com os alunos algumas reflexões de Jacques Derrida sobre o conceito fugidio da “amizade”. Dizia que, de alguma forma, quando eu começava a falar e eles, ali presentes, começavam a ouvir, instaurava-se já sorte de assimetria que passava a guiar a partir dali o rumo da discussão. Então eles seriam obrigados a responder (ainda que só ouvindo) … Continuar lendo Ao Mestre Com Algum Niilismo: O Diálogo Entre José Sérgio de Carvalho e Hannah Arendt